Todas as Notícias

Notícias 05 Julho 2017

Cemitérios do Rio de Janeiro transformam covas rasas em jardim

Avalie este item
(0 votos)

A Concessionária Reviver está transformando a paisagem dos cemitérios públicos sob sua responsabilidade na cidade do Rio de Janeiro. Enquanto cumpre o cronograma definido pelo processo de Concessão, que vai substituir as covas rasas por jazigos sociais, decidiu plantar amplos gramados nas quadras que receberam sepultamentos diretamente na terra, começando pelo cemitério de Ricardo de Albuquerque, na zona norte.

A iniciativa integra a terceira fase do Projeto ReviVerde, que já identificou espécies animais em suas unidades e realiza campanhas de preservação e educação ambiental. Para o engenheiro Sandro Augusto Lobo Moreira, o plantio de grama complementa as ações de combate às erosões, evita o crescimento de mato e inibe o aparecimento de roedores e vetores. Porém, segundo o administrador Marcos Piter Pinto, além dos ganhos ambientais, a decisão tem agradado aos olhos dos familiares e visitantes, que aprovaram a beleza do novo cenário, visitam e fazem fotos do local. "Deu certo", comentou.

 

Rede Reviver - Depois da experiência bem sucedida, que incluiu o treinamento e a reciclagem dos funcionários da manutenção, os cemitérios de Realengo, Santa Cruz e Ilha do Governador já passam pela mesma transformação. O centenário Cemitério do Caju (foto) também está na programação da empresa, que nos próximos dias inaugura a primeira etapa dos milhares de jazigos sociais, construídos em modernas estruturas verticais com mínimo impacto ambiental.

Lido 1734 vezes