Todas as Notícias

Notícias 15 Julho 2019

Tanatopraxia Nilópolis. Liderança de Qualidade na Grande Rio de Janeiro.

Avalie este item
(0 votos)

Embora as novas gerações das grandes cidades tenham preferência por rituais funerários mais econômicos, algumas tradições permanecem vivas, como a realização de velórios para o “adeus” de familiares e amigos. Longos ou de curta duração, os últimos momentos com o ser amado são considerados essenciais para o período de luto em todas as culturas e religiões, e “fundamentais” na opinião de renomados psicólogos.

No entanto, a cerimônia de despedida perfeita precisa guardar boas lembranças, além de permitir que as pessoas possam ver, tocar e até beijar o ente querido, quando possível. E também, porque muitas famílias querem “esperar quem mora longe” e depois, de consciência tranquila poderem dizer: “ainda bem que deu tempo!”.

Mas o que pouca gente sabe, é que existem providências simples que preparam o corpo para velórios tranquilos e sepultamentos com eventuais traslados para outras cidades e países. Diferente dos antigos e invasivos embalsamamentos, a Tanatopraxia cuida da preparação dos corpos para os rituais pós morte, retardando o processo natural. A técnica, quando desenvolvida por especialistas e em ambiente seguro, pode evitar odores e líquidos, inclusive eliminando os riscos de contaminação.

 

 

A Ciência que vem do Egito.

Apesar de quase desconhecida, a palavra Tanatopraxia vem de Thánatos, o deus da morte na mitologia grega. Em resumo, a técnica é a evolução do embalsamamento e da mumificação, praticada pelos Egípcios. Desenvolvida em países como França, Itália e Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial, chegou ao Brasil nos anos 1980 e conquista cada vez mais clientes.

Tudo começa pelo conhecimento da “causa mortis” do paciente, que junto de outros fatores, como: data do óbito, previsão do sepultamento e até a temperatura local, determinam a série de procedimentos laboratoriais a serem adotados. Durante o processo, o sangue é substituído por um fluido arterial à base de formol, álcool, glicerina e outros componentes. Através de uma incisão mínima na região cervical ou femoral, esse fluido é injetado no corpo com a ajuda de uma bomba que faz às vezes de coração. A solução química entra pela artéria e troca o sangue, devolvendo a coloração original da pele. Depois, técnicos com qualificação em anatomia, devolvem a aparência saudável do paciente, mesmo quando em estados graves.

Corpos mutilados também recebem tratamentos de restauro e cosmética para tentar restituir o aspecto natural dos traços do corpo com o objetivo de atenuar o sofrimento dos familiares.

 

 

 

Ética Profissional

Instalada na cidade vizinha ao Rio de Janeiro, a Tanatopraxia Santa Casa de Nilópolis lidera esta inovação, graças à ampla capacidade de atendimento, inovação tecnológica e qualificação das equipes profissionais. A moderna sede da empresa, que abriga diversas salas de procedimento e departamentos de apoio, está inaugurando o maior e mais completo laboratório do setor no país, com mobiliário, instrumentos e alguns equipamentos inéditos no Brasil. Por exemplo, a primeira câmara de imersão pressurizada, para cuidados de corpos em situação crítica.

 

Para o diretor Sandro Vargas (foto), Tanatopraxia é uma ciência exata que caminha sempre ao lado das ciências humanas. “Mais que profissionalismo e dedicação, quem entrega seu ente querido aos nossos cuidados espera sensibilidade, respeito e ética. Somos a extensão do trabalho desenvolvido pelas melhores agências funerárias. Não podemos falhar”, completa.

 

     

Parcerias Internacionais

Para garantir atendimento em todos os países, a empresa mantém acordos internacionais e segue normas específicas do local de destino. Recebe e envia pacientes com certificado e protocolos de segurança, garantindo todas as etapas do traslado, desde a documentação.

A grande novidade apresentada por Sandro Vargas ao mercado, durante a EXPONAF 2019, realizada em Campinas SP, foi a Funeral Air. A empresa, que tem a Tanatopraxia Nilópolis entre seus controladores, nasceu parceira estratégica da Gol Log, o que resulta em total agilidade nas operações de embarque e desembarque de cargas. Uma rede formada por representantes regionais garante o mesmo padrão de qualidade, além de reduzir os custos para funerárias e familiares.

 

 

Lido 4400 vezes