Todas as Notícias

Notícias 03 Novembro 2015

Túmulos de famosos ganham novidade tecnológica no Cemitério do Caju, no Rio

Avalie este item
(0 votos)

Uma novidade tecnológica atrai a atenção de quem visita o cemitério São Francisco Xavier, mais conhecido como Cemitério do Caju, na Zona Portuária do Rio, neste Dia de Finados. Em túmulos onde estão enterrados famosos e personalidades históricas, foram instaladas placas com QR Codes, códigos que podem ser escaneados pela maioria dos celulares. Ao escanear o código, o celular acessa uma página da internet que conta a história da personalidade. Os túmulos de Tim Maia e Luiz Carlos Miele estão entre os primeiros contemplados com a tecnologia.

— Não conhecia Miele muito bem, então foi ótimo poder usar o QR Code e descobrir mais sobre sua vida — diz a estudante Raylane Nobre, de 16 anos.


O túmulo do cantor Tim Maia já é um dos mais visitados. Até o fim deste Dia de Finados, cerca de um milhão de pessoas devem passar pelos túmulos que compõem o Complexo de Cemitérios do Caju.
— Achei muito legal essa iniciativa. Bom que dá pra ver e conhecer mais sobre os que estão enterrados — diz o eletricista Sandro felix, de 36 anos.

 

O projeto cultural, batizado de “Queridos para sempre”, começou a ser implementado no ano passado, no cemitério Sao João Batista, em Botafogo, na Zona sul do Rio. De acordo com a administração do cemitério, até o ano que vem túmulos como os de Noel Rosa, Cartola e Waldick Soriano estarão com suas placas instaladas.
— Os QR Codes fazem parte do projeto de tornar o cemitério do Caju digital. Não só os túmulos, mas as ruas também terão placas para que a pessoa saiba sua localização e possa ver todo o mapa do cemitério — explica Marcos Piter, administrador do cemitério.

Quem visitou o túmulo do cantor Paulo Sergio pediu que lá também seja implementado o QR Code.
— Esse é um dos túmulos mais visitados aqui. Espero que tambem tenha a placa que mostre quem foi o cantor — pede o serralheiro Geraldo feitosa, de 57 anos, que veio de Taubaté, interior de São Paulo: — Esse era o rei. Não há quem não goste do Paulo Sergio.

 

Fonte: http://extra.globo.com/noticias/rio/tumulos-de-famosos-ganham-novidade-tecnologica-no-cemiterio-do-caju-no-rio-17944729.html

 

 

Lido 2761 vezes