Imprimir esta página
Cemitérios e Funerárias do Rio inauguram novo tempo de transparência e gestão da qualidade
Notícias 07 Agosto 2018

Cemitérios e Funerárias do Rio inauguram novo tempo de transparência e gestão da qualidade

Avalie este item
(0 votos)

Depois das graves denúncias que provocaram as mudanças na gestão dos cemitérios públicos e de toda a estrutura de serviços funerários do Rio de Janeiro, em 2014, a Coordenadoria Geral de Controle dos Cemitérios e Serviços Funerários – CGCS, inaugura uma nova era de transparência em todas as suas atribuições de controle. As novidades foram apresentadas na Reunião Geral do órgão, na sede da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente, neste dia 31 de julho.

Entre os presentes, representantes de todos os serviços cemiteriais e funerários que atuam na cidade. Diretores das Concessionárias Reviver e Rio Pax, diretores dos Sindicatos das Funerárias e dos Cemitérios Particulares, diretores de funerárias, laboratórios e velórios particulares, além de diversos administradores de cemitérios públicos, também prestigiaram o evento.

Segundo a Coordenadora Geral da pasta, Daniela Guedes, ações como o Portal de Reservas Cemiteriais e a implantação de diversos mecanismos de controle da qualidade, devem garantir transparência e segurança ao sistema funerário da cidade. Além disso, a adoção de um Plano Estratégico reconhecidamente inovador e operado por equipes essencialmente técnicas em suas diversas competências, permite que os recursos do município sejam otimizados e que os resultados já apareçam no cenário nacional, completa.

 

 

 

NOTÍCIAS DO SETOR

Daniela Guedes apresentou as ações executadas no Planejamento Estratégico, com destaque para as avaliações e melhorias ainda necessárias na prestação de serviços das Concessionárias de Serviços Cemiteriais e nas Permissionárias de Serviços Funerários. Entre as notícias da Coordenadora Geral, foi confirmada a comissão que deve acelerar os estudos para liberação das transferências de titularidade de jazigos, embora com restrições legais ao comércio clandestino. Outra comissão prepara a retomada de jazigos em estado de abandono, pelas Concessionárias Rio Pax e Reviver, conforme previsto em contrato.

Também confirmada a realização do Programa de Capacitação dos Agentes das Funerárias do Rio, que está sendo programado para o final do semestre, em parceria como SEFERJ – Sindicato dos Estabelecimentos Funerários do Estado do Rio de Janeiro.

A participação das empresas em eventos funerários e cemiteriais, que será estimulada pela Coordenadoria, visando a troca de experiências e busca de atualização profissional.

A Coordenadoria determinou prioridade nos estudos para incentivar a Cremação Social, considerando vantagens de custo para as famílias e segurança para a saúde pública.

Uma Comissão de Estudos já trabalha na regulamentação dos sepultamentos de animais, considerando as instalações atuais e eventuais cemitérios e crematórios especializados.

Definitivamente serão eliminadas as práticas clandestinas e antiéticas no serviço funerário. Neste sentido serão conhecidas as ações bem sucedidas de alguns municípios que venceram problemas semelhantes.

Foi aprovada a inclusão dos Cemitérios Particulares no Portal de Reservas Cemiteriais, finalizando as etapas de implantação do sistema de controle e gestão.

O Rio vai ganhar novos espaços para sepultamentos. Novos empreendimentos estão em fase de aprovação, como o Cemitério Jardim dos Palmares, ou com as obras em andamento, como o Cemitério Parque e Cemitério Vertical da Penitência, no Cajú.

 

 

NOVO NA EQUIPE

José Mauro Carrilho Guimarães foi anunciado novo Líder do Processo de Gestão Contratual. José Mauro é funcionário de carreira com larga experiência técnica em diversas secretarias.

 

 

Para Daniela Guedes, a proposta de trabalho aprovada pelo Secretário Roberto Nascimento, atende a determinação do Prefeito Marcelo Crivella, de formar equipes essencialmente técnicas e que valorizem os quadros do funcionalismo municipal. Além disso, que sejam adotados mecanismos de controle e de avaliação permanente da qualidade dos serviços prestados ao público.

Lido 1418 vezes
Entre para postar comentários