Imprimir esta página
Nova diretoria do Sindicato das Funerárias do Rio toma posse em noite de festa
Notícias 11 Maio 2018

Nova diretoria do Sindicato das Funerárias do Rio toma posse em noite de festa

Avalie este item
(0 votos)

A nova diretoria do SEFERJ - Sindicato dos Estabelecimentos Funerários do Estado do Rio de Janeiro, tomou posse nesta quinta-feira, dia 10 de maio, durante jantar no tradicional Laço de Ouro, em Bangu. O evento, prestigiado por autoridades e empreendedores do setor funerário e cemiterial, marcou a nova fase de crescimento profissional das empresas locais.

Entre os pronunciamentos que se seguiram aos protocolos oficiais, o deputado estadual Jorge Felippe Neto, que também foi titular da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente – SECONSERMA, falou sobre a necessidade de humanização dos atendimentos em todos os serviços públicos, mas em especial aos familiares que perdem seus entes queridos.

  

Diretoria Eleita para o período de 2018 a 2022

Presidente: Leonardo Martins da Silva (Costa Isaac); Diretor Secretário: Ladário José Magalhães (Casa Bom Pastor); Diretor Tesoureiro: Leonardo Rezende Esteves (Maracanã); Conselho Fiscal: Paulo Roberto Pereira Esteves (Maracanã), Waldir de Carvalho (Santa Bárbara) e Marco Antonio de Oliveira Simão (São Lázaro).

  

 

Roberto Nascimento, o atual Secretário da SECONSERMA, apresentou seu compromisso de estimular parcerias e valorizar o serviço cemiterial e funerário. Colocou toda a estrutura técnica do órgão ao dispor da entidade que representa o setor.

 

Daniela Guedes, titular da Coordenadoria Geral de Controle de Cemitérios e Serviços – CGCS, disse que as inovações de sua gestão criam condições para o desenvolvimento setorial. “Queremos concretizar juntos esse sonho de atender a população com mais dignidade e excelência”, destacou.

  

Sobre os objetivos da nova gestão, o presidente Leonardo Martins falou com exclusividade à reportagem do Cemitérios do Rio e Funerárias do Rio. Veja quadro abaixo. 

 

 

 

Da cerimônia ainda participaram Leonardo Esteves, Ladário Magalhães e Antonio Queiroz, presidente da FECOMÉRCIO - Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro. Formada por 61 sindicatos patronais fluminenses, a entidade representa os interesses de todo o comércio de bens, serviços e turismo do Rio.

 

 

De passagem pelo evento, Rubens Teixeira, primeiro titular da Secretaria de Conservação e Meio Ambiente da cidade, falou informalmente aos convidados. Lembrou que a coragem do empresário carioca e fluminense merece ser reconhecida. “Não é fácil empreender e gerar empregos num ambiente tão hostil de impostos desproporcionais e total insegurança econômica”, afirmou.

 

 

 Leonardo Martins

“Vamos continuar o trabalho que foi feito na gestão de Leonardo Esteves, em nome da evolução do serviço funerário no Rio de Janeiro. Porém, planejamos melhorar a integração com os poderes públicos, em todos os níveis; buscar interação cada vez maior com a prefeitura, fazendo com que ela entenda como nosso serviço é importante para a população; continuar buscando experiências que dão certo em outras partes do país, e que possam ser aplicadas no mercado local.

Além de desenvolver ações de qualificação profissional, em parceria com os órgãos públicos de controle, temos o compromisso de continuar mudando essa imagem marginalizada que o setor não se preocupou em desconstruir ao longo dos anos. Vamos mudar isso com decisões descentralizadas, entendendo nossos empresários, mas também ouvindo nossos usuários.

Outra meta é bem posicionar o sindicato. Acabamos de participar da Feira Funerária, onde dedicamos atenção especial aos temas de interesse de nossos associados. Conseguimos marcar presença no evento e fortalecer o sindicato perante as demais entidades do Brasil. Mostramos como nossas empresas associadas estão adotando as tecnologias mais avançadas e, também, como conseguimos dialogar com os órgãos de gestão.

Hoje o SEFERJ é reconhecido nacionalmente e já começa a apoiar as funerárias de todo o estado do Rio, orientando até quem ainda não participa do quadro social. “Importante é unir a categoria em torno dos mesmos objetivos, fortalecendo os conceitos de concorrência e ética”, finalizou Leonardo.

 "Somos a nova geração de empreendedores, que espera continuar contando, ainda por muito tempo, com o apoio e a experiência dos pioneiros do serviço funerário na cidade e no estado."

 

 

 

  

 Galeria de Imagens

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lido 2431 vezes
Entre para postar comentários