Todas as Notícias

Notícias 09 Outubro 2016

Ricardo de Albuquerque inicia plantio de árvores

Avalie este item
(0 votos)

Os primeiros 15 pés de Ipê Amarelo foram plantados no Cemitério de Ricardo de Albuquerque na última semana. A iniciativa, coordenada pelo Engº Sandro Augusto Lobo, é parte do Programa de Qualidade em implantação na rede de cemitérios sob responsabilidade da Concessionária Reviver S.A. na cidade do Rio de Janeiro.

Medindo mais de 2m de altura, os exemplares receberam adubação adequada e cuidados de empresa credenciada pelo Ibama, especializada em ações de reflorestamento, paisagismo e jardinagem.

 

Conheça a Flor Símbolo do Brasil

Espécie brasileira, o ipê-amarelo é encontrado em todas as regiões do país e sempre chamou a atenção de naturalistas, poetas, escritores e até de políticos. Em 1961, o então presidente Jânio Quadros declarou o ipê-amarelo, da espécie Tabebuia vellosoi, a Flor Nacional. Desde então o ipê-amarelo é a flor símbolo de nosso país.

Ipê é uma palavra de origem tupi, que significa árvore cascuda, e é o nome popular usado para designar um grupo de nove ou dez espécies de árvores com características semelhantes de flores brancas, amarelas, rosas, roxas ou lilás. No Norte, Leste e Nordeste do Brasil, são mais conhecidos como pau d’arco (os indígenas utilizavam a madeira para fazer arco e flecha); no Pantanal, como peúva (do tupi, árvore da casca); e, em algumas regiões de Minas Gerais e Goiás, como ipeúna (do tupi, una = preto). Conhecidos por sua beleza e pela resistência e durabilidade de sua madeira, os ipês foram muito usados na construção de telhados de igrejas dos séculos XVII e XVIII.

Hoje é muito difícil encontrar uma árvore de ipê-amarelo em meio à mata nativa, quando isso acontece, o espetáculo é grandioso e merece ser apreciado com calma e reverência. Podendo atingir até 30 metros de altura, o ipê em flor no meio da mata, contrasta com o verde das outras árvores.

As variedades de pequeno e médio porte (8 a 10 metros) são ideais para o paisagismo e a arborização urbana. A coloração das flores produz um belíssimo efeito tanto na copa da árvore como no chão das ruas, formando um tapete de flores contrastantes com o cinza das cidades (e dos cemitérios).

 

Curiosidade: As Cores do Ipê

Onde Mais?
Lido 484 vezes

Gostou? Compartilhe!

Tudo que você precisa saber sobre os cemitérios do estado do Rio de Janeiro, num só lugar! Mande Notícias

Entre nas Redes

         

Veja Mais

Legislação dos Cemitérios e Funerárias
Conheça o Decreto sobre as atividades cemiteriais e funerárias. Veja Mais

Curiosidades sobre os Cemitérios
O cemitério do Catumbi foi o primeiro do Brasil construído a céu aberto destinado a não-indigentes. Veja Mais

A Maior Galeria de Arte